Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
  • Rafael Valim Reis  - PSB
  • Vereadores
    13º LEGISLATURA
    Presidente Atual
    Rafael Valim Reis
História do Município

Por volta do ano de 1953 algumas clareiras abriram-se nas cercanias do local designado pelo nome Japurá. De cidade, tinha apenas o nome; nem sequer tinha traçado nas ruas.

As primeiras derrubadas foram feitas na parte oeste e sudoeste do futuro município, de vez que os pioneiros tinham mais acesso dessa parte, pois a cidade de Jussara era o último reduto para os mesmos, enquanto Cianorte contava simplesmente com duas ou três "vendas" de secos e molhados e São Tomé só tinha uma picada central, que futuramente deu lugar a sua avenida principal.

No mesmo ano, Moisés Rodrigues estabeleceu uma 'venda' em seu sítio. No mesmo logradouro, mais tarde, foi construída uma igrejinha e uma escola. A primeira linha de ônibus deu-se nesse mesmo local, já que Japurá, até então, não existia.

No lugar designado pelo engenheiro chefe, Vladimir Babkov da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná para ser construída a cidade de Japurá em fins de 1954, estabeleceu-se Irineu Batista Câmara, primeiro morador da cidade e que seria também o seu primeiro e bem merecido prefeito. Como agente corretor da referida imobiliária, a Irineu B. Câmara foi fácil obter um pequeno terreno à esquerda de quem está chegando na cidade, vindo da estrada que liga São Tomé a Japurá e estabeleceu ali uma 'venda' de secos e molhados.

Após a derrubada da mata no local da cidade, esse senhor mudou-se para o leste da cidade, na saída para Floraí /São Jorge - atual Estrada Porto Novo. Outros vieram nos meses subsequentes, e assim se processou a ocupação de todo o município e da cidade.

Denominação do município

Quando do levantamento topográfico que era feito pelo Departamento de Topografia da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná ao se depararem com as aguadas nas regiões pesquisadas, eles mesmos as batizavam. Os nomes que eles escolhiam geralmente vinham do dicionário guarani, da relação de acidentes geográficos dos países de onde vinham os imigrantes (Portugal, Espanha, Itália?). Escolhiam também os nomes pelas marcas de cigarros, de quadros de futebol e até mesmo o nome de namoradas e esposas dos agrimensores eram usados. Só não eram alterados os nomes dos rios e ribeirões que constavam em escrituras antigas.

Os povoados ou patrimônios recebiam geralmente o nome da aguada mais próxima. É o caso do nosso município que recebeu esse nome devido ao fato de existir muito próximo a sede do município, o Córrego Japurá.

Acreditava-se que este nome teria se originado da Tribo Indígena "Japurás" que existe até hoje no Amazonas e que alguns componentes dessa tribo viviam na região na época da colonização. Não existe nenhuma prova histórica de que isso possa ter acontecido.

Outra meia verdade em que se acreditava é que o nome Japurá teria sido empregado em homenagem ao sr. Miguel Maria Lisboa, "Barão de Japurá" que teria participado na colonização do Norte do Paraná, o que deixa de ser verdade pelo fato de que ele morreu no século passado e o Norte do Paraná foi todo colonizado neste século.